Cochilo do premiê custa caro aos cofres de Israel

14.05.2013 - Prensa Latina

Cochilo do premiê custa caro aos cofres de Israel
(Crédito da Imagem: Foto:Executive Office of the President (US))

Tel Aviv, 13 mai (Prensa Latina) O premiê Benjamín Netanyahu terá que ajustar-se às normas dos demais mortais, após ser revelado hoje que gastou 127 mil dólares em se criar condições para dormir em viagem de Israel ao Reino Unido.

Submetidos a medidas de austeridade fiscal que neste fim de semana provocaram protestos em várias cidades, os israelenses souberam que Netanyahu tinha gastado a enorme soma em um espaço pessoal quando viajou para o funeral da ex-primeira ministra britânica Margaret Thatcher, a cerca de cinco horas de distância.

Sem chegar a ser a cama de cristal da Bela Adormecida, as condições exigidas pelo premiê foram caras, pois foram necessárias quatro paredes portáteis e uma cama matrimonial, segundo a reportagem de um canal de televisão para a fúria dos contribuintes, a quem a excentricidade caiu como balde de água fria.

Para os contribuintes israelenses, o cochilo do chefe do Gabinete saiu-lhes por quase meio milhão de dólares: 127 mil por cama e paredes, 300 mil o frete de avião mais as despesas de alojamento, alimentação, segurança e outras miscelâneas que, conhecendo os gostos do premiê, também devem ter sido caras.

Poucas semanas atrás, Netanyahu foi objeto de severas críticas pelas exageradas despesas em cosméticos da cara marca que ele e seus familiares usam para se apresentar em público com a imagem que consideram adequada para seus posto.

Categorias: Internacional, Oriente Médio, Política

Boletim diário

Indique o seu e-mail para subscrever o nosso serviço diário de notícias.


Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.