‘Acabamos de legalizar centenas de milhares de imigrantes’

16.06.2009 - Genebra - Pressenza IPA

O presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta segunda-feira, 15 de junho, que a crise econômica mundial e o desemprego não são culpa dos “imigrantes e pobres do mundo”, durante seu primeiro discurso no Conselho de Direitos Humanos da ONU, em Genebra.

Lula reforçou o exemplo de leis para regularizar a situação de trabalhadores estrangeiros no Brasil, aprovadas recentemente pelo Congresso Nacional. “No Brasil, nós acabamos de legalizar centenas de milhares de imigrantes que viviam ilegalmente no país. Para dar uma resposta, um sinal aos preconceituosos, aqueles que imediatamente querem encontrar os responsáveis pela sua própria desgraça, o seu desemprego”, disse Lula segundo informou a BBC.

“Não são os imigrantes, os pobres do mundo, os responsáveis pela crise. Os responsáveis pela crise são os mesmos que por muito tempo sabiam como ensinar a administrar os Estados. Sabiam como ter ingerência nos Estados pobres da América Latina e da África.”

Para o presidente, “esses mesmos senhores que sabiam de tudo um tempo atrás, hoje não sabem mais de nada. Não conseguem explicar como davam tantos palpites nas políticas dos países pobres e que não têm sequer uma palavra para analisar a crise dos países ricos”.

**O papel do Estado para garantir direitos econômicos**

Em outro momento de seu discurso, o presidente fez uma relação entre direitos econômicos e direitos humanos.

“A realização dos direitos econômicos é importante para preservar direitos civis e políticos, para consolidar o Estado de Direito, e para construir sociedades democráticas, justas e prósperas”, afirmou Lula.

“No Haiti, emprestamos um novo significado às operações de paz da ONU ao demonstrar que, para se obter a verdadeira paz, não basta combater a violência pela força das armas; deve-se, ao contrário, promover o desenvolvimento econômico e, com ele, a inclusão e justiça social”, continuou.

“A crise financeira, que nasceu da desregularização das economias mais ricas, não será pretexto para incentivar o descumprimento das obrigações de cada Estado com a promoção e proteção dos direitos humanos. Tampouco deve conduzir a que sejam descumpridos compromissos com os mais necessitados”, ressaltou Lula.

Categorias: Assuntos internacionais, Europa, Internacional, Opinião

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Search

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

xpornplease pornjk porncuze porn800 porn600 tube300 tube100 watchfreepornsex

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.