Desenvolvimentos necessários para vacina contra a Covid-19

14.11.2020 - Greça - Pressenza Athens

This post is also available in: Inglês, Italiano, Alemão, Grego

Desenvolvimentos necessários para vacina contra a Covid-19

O anúncio publicado na última segunda, dia 09, pelas empresas Pfizer e BionTech (Farmacêuticas alemã e americana), criou um alvoroço na corrida internacional para encontrar uma vacina. Uma análise adiantada dos resultados mostrou que pessoas que receberam duas doses da vacina em um período de três semanas tiveram mais de 90% na redução de casos sintomáticos do Covid-19, do que aqueles que receberam um placebo. É a primeira vacina a ser testada nos Estados Unidos e para gerar dados do estágio final. Isso está acontecendo em um momento em que, equipes de pesquisa e quem assiste a corrida internacional ao redor do mundo, sonham com a possibilidade de uma vacina com 60% ou 70% de eficácia.

No entanto, é importante ter em mente que os experimentos clínicos de Fase III estão em andamento e que se trata de um anúncio de resultados iniciais. Mas eles são capazes de abalar outros esforços de pesquisa e mudar – embora temporariamente – o mercado de ações, já que a Pfizer está ansiosa para “consertar” uma queda de longo prazo em suas ações nos últimos quatro meses de 2020. De acordo com analistas e um relatório emitido pelo investors.com, esta notícia pode resultar em um aumento no preço das ações, que pode se traduzir em US $ 12,83 bilhões.

De acordo com um relatório no The Independent, as autoridades americanas indicaram que se esta vacina for adiante, infelizmente as doses requeridas não serão suficientes para todos devido à dificuldade em produzir quantidades necessárias, mas também porque as duas companhias já  têm um contrato com os EUA e estão sendo financiadas pelo país. As primeiras 100 milhões de vacinas estarão disponíveis aos EUA.

As organizações da sociedade civil, por outro lado, consideram fortemente o fato de que a maior parte desta pesquisa é também financiada por contribuintes americanos e todos os esforços para desenvolver a vacina em grande escala, tal qual o mundo precisa hoje, não pode vir de um modelo atual que cria exclusividade em patentes. Insistem que a vacina deve ser um bem público, não somente em palavras que, desde março, chegam aos nossos ouvidos e telas dos vários formadores políticos, mas também em ações. A equipe do People’s Vaccine falou sobre o recente anúncio publicado pela Pfizer/BionTech a respeito dos resultados iniciais, dizendo:

“A grande notícia sobre a vacina de Pfizer é sua eficácia contra a pandemia do Covid-19. Não obstante, a escolha de objetivos da Indústria Farmacêutica que visa lucros e monopólios, confronta-nos com a impossibilidade de produzir quantidades suficientes a tempo. Pfizer e BionTech precisam compartilhar a tecnologia que desenvolveram de modo que, as milhões de doses da vacina necessárias à população, agora possam ser produzidas ao menor preço possível. Caso contrário, milhões de pessoas que precisam desesperadamente da vacina não serão capazes de obtê-la. O mundo não pode esperar.”


Traduzido do inglês por Mychelle Medeiros

Categorias: Internacional, Saúde
Tags: , , , , ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Search

Whatsapp

Pressenza Whatsapp

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

xpornplease pornjk porncuze porn800 porn600 tube300 tube100 watchfreepornsex

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.