poema

Dominó

POEMA   É o dominó um jogo multicentenário, criado nas cortes, da fascinante China. Entretenimento que chega incluso as crianças, que descobriram as delícias mágicas, dos jogos e da numeração. Claras peças, que são semelhantes a pequenos tijolos, que se…

Pecados Capitais

POEMA     Por Luiza Machado     Me perdi nos desejos meus E eram demais Tantos que não pedi perdão a Deus Deixei essa conversa pros meus dias finais Hoje eu sou os pecados capitais juntos Com o melhor…

Perdão

POEMA     Para envelhecer Para encher, sem derramar Pelo carma de despercebido passar Pela taxa de sucesso com homens desde os 48 anos de: registrar dois dígitos negativos … e ainda caindo (ai meu Deus) Por ninguém fazer fila…

Eu te amo

POEMA     Por Luiza Machado     Eu te amo Não posso mais dizer que Eu sei viver sem você A opinião alheia tanto faz Quando o assunto é manter você na minha vida Não encontrei argumentos favoráveis Para…

Sentada

POEMA     Quando eu sento aqui, desse jeito, aqui Com você ao meu lado Amigo – sábio, amável, forte. A tempestade dentro do meu coração Acalma-se   É como se eu entrasse no olho do furacão Um vazio, profundo…

Descombinações

CONTO     Por Valéria Soares     Quando menina, ouvia dizer que verde não combinava com azul. Era mau gosto usá-los. Sentia-me mal por gostar de tal combinação. Passei, então, a me considerar uma pessoa que não sabia se…

A encruzilhada

POEMA     Por C. Alfredo Soares     Na encantaria ele ria Zombava de tudo e de todos Pegava a faca e passava na testa Bebia na taça que não era sua   Não pedia licença Lambia os dedos…

Juras

POEMA     Por Luiza Machado     Amar intensamente tão intensamente que não se sente A solidão é tão ardente quanto o amor quando se entrega o coração incandescente cega, tão cegamente que se esquece do próprio valor O…

Fim ou Recomeço?

POEMA     Por Guilherme Maia     A mudança da percepção humana Era objetivo do ódio. Alçar a mentira ao maior dos pódios Tendo os fatos da realidade como coisa insana. O que forma o arcabouço da sociedade Deixou…

O nascimento do fogo

POEMA Minha mente despertou certa manhã, murmúrios e maldições rondavam meus pensamentos Não era você! Não pode ser tão insensata! Morreu em vida!   Que tipos de conjeturas são essas? Perguntava o meu coração ardente Destroçada pelos juízos, prisioneira de…

1 2 3 4 5 10