DIREITOS HUMANOS

Por Mônica Marins

 

INDÍGENAS DO RIO DE JANEIRO REALIZAM ATO PÚBLICO EM PARATY E O EVENTO FAZ PARTE DA JORNADA NACIONAL DE LUTA

 

Indígenas e apoiadores da causa indígena vão se reunir nesta terça-feira, 9, em Paraty – no Sul Fluminense – para um ato pacífico que marcará o Dia Internacional dos Povos Indígenas, no Estado do Rio de Janeiro. Organizado pelas aldeias de Paraty, Angra dos Reis, Mangaratiba e Maricá o evento tem como objetivo integrar a convocação nacional de atos pelo dia internacional dos povos indígenas.

O dia de mobilização é uma iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU), que desde 1995 realiza

a assembleia visando garantir condições de existência minimamente dignas aos povos indígenas.

Segundo os organizadores a concentração está marcada para 11 horas, no ponto do Produtor Rural. De lá os manifestantes sairão em marcha até o Centro Histórico de Paraty. A manifestação contará com cartazes e discursos em defesa dos direitos dos povos indígenas, cuja bandeira principal é a histórica luta pela terra. Na ocasião será reafirmada também a luta em defesa da mata e do meio ambiente, pelo direito à luta pela vida, à educação e pela derrubada do Marco Temporal – que restringe a demarcação de Terras Indígenas – e tantos outros retrocessos.

O evento pretende reunir indígenas de todo estado e apoiadores da causa indígena, bem como as diversas organizações, a Comissão Guaraní Yvyurupá e o Fórum de Comunidades Tradicionais. Entre as aldeias confirmadas estão Itaxi Mirim – Arandu; Aldeia Paraty Mirim – Araponga; Aldeia Pataxó Iriri – Mata Verde; Cunhambebe – Pindorama Aldeia Mamanguá, Aldeia Tekohá Djey – Araponga e Bonita – Itaipuaçu – Retomada.