ARTES VISUAIS

Por CWeA Comunicação

 

A exposição “Desarmonia”, com trabalhos recentes e inéditos de PV Dias (Belém, 1994), fica em cartaz até o dia 19 de novembro de 2021, na Simone Cadinelli Arte Contemporânea. Nesta sua primeira mostra individual, PV Dias faz uma crônica visual do movimento popular tecnobrega, com suas festas futuristas, e gigantescas aparelhagens cinéticas. O curador Aldones Nino destaca que “esta exposição está marcada pela presença pictórica na produção de PV Dias”. Conhecido pelas intervenções digitais em fotografias de paisagens urbanas, como as cinco obras da série “Obras Cariocas”, que integraram a exposição “Casa Carioca” (MAR, setembro de 2020 a agosto de 2021), PV Dias mostra pela primeira vez suas pinturas digitais, pinturas sobre papel e sobre tela, e animações. Estão também na exposição intervenções sobre registros históricos do fotógrafo português Felipe Augusto Fidanza (c. 1847 – 1903), uma referência entre os que atuaram no Norte do Brasil no século 19 e no início do século 20.

A exposição pode ser vista ainda por um tour virtual, disponível no site da galeria www.simonecadinelli.com. O visitante poderá percorrer todo espaço expositivo e conhecer as obras que compõem a mostra.

Na vitrine da galeria há uma instalação, acompanhada de uma trilha tecnobrega feita especialmente para o local pelo cantor, performer e produtor musical Will Love, que em 2019 participou do Rock in Rio.

No térreo da galeria o público pode ver reunidas as pinturas da pesquisa recente de PV Dias sobre a visualidade do movimento tecnobrega, com suas “festas de aparelhagens”, surgidas na década de 1980, mas que ganharam a forma atual há pouco mais de vinte anos. Também estão no térreo da galeria o tríptico “Rasurando Fidanza” (2021), com intervenções em três registros históricos de Felipe Augusto Fidanza, suas famosas “cartas de visitas”, em que o fotógrafo registrava pessoas em cuidadosa composição de cenários variados.

No segundo andar da galeria há nove pinturas da série – ou sequência, como prefere nomear o artista – “Festa Silenciosa”, em que registrou o cotidiano de sua família, na casa de sua mãe em Marechal Hermes, onde reside desde o início da pandemia. Três animações digitais também estão no segundo andar: uma projeção, outra colocada em um display, e outra impressa, que é ativada ao se passar por cima um celular, com um filtro do Instagram criado pelo artista.

Serviço: Exposição “PV Dias – Desarmonia”

Simone Cadinelli Arte Contemporânea, Rio de Janeiro

Até 19 de novembro de 2021

Curadoria: Aldones Nino

Entrada gratuita

Será seguido todo o protocolo contra o Covid

Atendendo ao novo Decreto Municipal nº 49.335, de 26 de agosto de 2021, os visitantes devem comprovar a vacinação contra a covid-19 para terem acesso e permanecerem na galeria.

Para visitar a exposição é necessário o agendamento prévio através dos canais de comunicação:

contato@simonecadinelli.com

+55 21 3496-6821 | +55 21 99842-1323 (WhatsApp)

Rua Aníbal de Mendonça, 171, Ipanema, Rio de Janeiro

Canais virtuais:

Site – https://www.simonecadinelli.com/

Facebook – @galeriasimonecadinelli/

Instagram – @galeriasimonecadinelli/

E-mail – contato@simonecadinelli.com