Organizações ambientalistas lançam atividades para o Mês do Desperdício Zero

13.01.2021 - Manila, Filipinas - Pressenza IPA

This post is also available in: Inglês, Italiano, Alemão

Organizações ambientalistas lançam atividades para o Mês do Desperdício Zero

Organizações ambientais das Filipinas, pertencentes ao movimento BFFP, divulgaram suas atividades no início da celebração do Mês Nacional do Desperdício Zero. O Break Free From Plastic (BFFP) é um movimento global que trabalha em direção a um futuro livre da poluição por plástico.

Em um webinar realizado no último 05 de janeiro intitulado “Ang Tira, Gawing Bongga!”. Jove Benosa, ativista do movimento Desperdício Zero da EcoWaste Coalition, disse que todo o país gera mais de 40.000 toneladas de lixo por dia, sem falar do acúmulo de máscaras descartáveis devido à pandemia de Covid-19.

“Após as festividades de fim de ano, encontramos nossas lixeiras completamente cheias de novo, como se ainda não estivéssemos jogando o suficiente ao longo do ano. Isso é o que chamamos de ‘holitrash’, nome dado ao lixo que acumulamos nas festas de final de ano, composto por embalagens descartáveis de alimentos, plásticos e demais embalagens, além de restos de comida”, expôs.

O evento virtual falou sobre Holiday Food Waste Management (Gestão de Resíduos de Festividades), Vegan Food Demonstration (Demonstração da Culinária Vegana) e Bokashi Technology (Tecnologia Bokashi). “As comemorações não precisam piorar a situação do lixo. Consumindo de forma sustentável e segregando deliberadamente, reutilizando, reciclando ou fazendo a compostagem de materiais descartados, todos nós podemos fazer parte da solução. Por exemplo, as sobras alimentares podem ser recicladas e também trazem novos recursos para serem reutilizados pelas famílias. Os descartes biodegradáveis, como cascas de frutas e vegetais, podem ser reaproveitados para compostagem em casa ou nas instalações barangay (unidade de governo local nas Filipinas) de compostagem. Essas simples formas de gerenciar as sobras de alimentos podem reduzir o que vai para as lixeiras ou aterros sanitários”, afirma Benosa.

Por meio do decreto nº 760 de 2014 do então presidente Benigno Aquino III, que declarou janeiro de cada ano como o Mês do Desperdício Zero, a celebração também visa orientar as pessoas na mudança de seus estilos de vida e práticas habituais, para então reproduzir ciclos naturais e sustentáveis, onde todos os materiais descartados são projetados para se tornar recursos reutilizáveis.

“O Mês do Desperdício Zero está de acordo com a Lei da República (RA) 9003, ou a Lei de Gerenciamento de Resíduos Sólidos Ecológicos de 2000. Este é um momento crucial para realmente aumentar nosso apelo pela consciência ambiental e ação entre os filipinos, bem como no desenvolvimento de políticas e programas nacionais e locais integrados, abrangentes e ecológicos de gestão de resíduos”, disse Rei Panaligan, Coordenador Nacional do Projeto BFFP PH.

“Não podemos permitir negócios como de costume para corporações e legisladores. Devemos ter em mente que ainda estamos em uma situação de pandemia e emergência climática. Assim, a celebração do Mês do Desperdício Zero é um evento muito importante para chamar a atenção sobre a legalização de práticas que continuarão a representar ameaças à saúde pública e violar as leis ambientais, como a produção e consumo continuado de plásticos descartáveis e a incineração de lixo sob o disfarce de usinas de transformação de resíduos em energia”, disse Sonia Mendoza, presidente da Mother Earth Foundation (MEF).

“Também encorajamos os nossos legisladores a aprovar as políticas de gestão abrangentes e sustentáveis além de apoiar práticas mais seguras, que reduziriam os resíduos como a Lei do Ar Limpo e a Lei de Gestão de Resíduos Sólidos Ecológicos, incluindo o acordo internacional de Paris dentro da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança Climática (UNFCCC)”, acrescentou Glenn Ymata, do No Burn Pilipinas.

Os grupos disseram que mais atividades serão realizadas durante a celebração desse mês importante para a conscientização, como uma campanha de defesa para orientar pessoas, empresas e instituições na mudança de seus estilos de vida e práticas habituais em direção a sistemas sustentáveis de forma ética, econômica e eficiente, e para garantir que os resíduos se tornem valiosos para outros usos.

Sobre o BFFP

O Break Free From Plastic (BFFP) é um movimento global que trabalha em direção a um futuro livre da poluição por plástico. O projeto BFFP PH é uma colaboração dos membros do #breakfreefromplastic: EcoWaste Coalition, GAIA Asia Pacific, Greenpeace Southeast Asia, Health Care Without Harm Southeast Asia e Mother Earth Foundation em parceria com Oceana International Filipinas.

Redação de Geri Matthew Carretero, Diretor de Comunicações do Projeto Break Free From Plastic PH.


 

Traduzido do inglês por Luma Garcia Camargo / Revisado por Larissa Dufner

Categorias: Asia, Assuntos internacionais, Ecologia e Meio Ambiente
Tags: , ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Search

Whatsapp

Pressenza Whatsapp

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

xpornplease pornjk porncuze porn800 porn600 tube300 tube100 watchfreepornsex

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.