O Brasil precisa de um New Deal

22.11.2019 - Vinícius Chamlet

This post is also available in: Espanhol

O Brasil precisa de um New Deal

O Ibovespa, a bolsa de valores de São Paulo, ultrapassou os 100 mil pontos em 2019, o que do ponto de vista do mercado financeiro simboliza a valorização das ações e a pseudo melhoria da economia no Brasil. Apesar da euforia dos lobos de wall street, os números da economia concreta, apontam para um triste cenário: 11,8% de desemprego, milhões de pessoas trabalhando na informalidade sem acesso a direitos trabalhistas, sem a expectativa de um dia se aposentar.

O keynesianismo pode ser entendido como uma maior presença do Estado na economia. O que se reflete em direitos trabalhistas e obras públicas, por exemplo. Neoliberalismo é menos estado: menos direitos, mais mercado. A lógica de privatizar tudo, o raciocínio de Paulo Guedes.

Os governos petistas (2003 – 2016) mesclavam a presença do estado na economia com política neoliberais, como o ProUni e política keynesianas, como o PAC – Programa de Aceleração do Crescimento. O bolsa família também entra na ótica neoliberal, pois é uma política pública focal. A renda mínima seria o modelo keynesiano de política pública universal – todas as pessoas receberiam uma quantia por mês que seria suficiente para atender suas necessidades básicas. A medida já foi testada em vários países e tem como resultado a melhoria dos indicadores que versam sobre a desigualdade social.

Com Temer (2016-2018) a fórmula neoliberal ganhou espaço com a PEC do congelamento dos gastos públicos por 20 anos. Medida cruel em um país que passa por um processo de envelhecimento populacional, e que no longo prazo esmagará o orçamento nas áreas de educação e saúde. Além disso houve a reforma trabalhista, que prometia modernizar as relações de trabalho e gerar mais empregos formais. Não foi o que ocorreu.

A chegada de Bolsonaro (2019) no poder colocou Paulo Guedes como Ministro da Economia, o economista é defensor do neoliberalismo, e acredita que o modelo chileno deu certo – o que contraria a realidade dos fatos, o Chile vê seu modelo neoliberal ruir após semanas de intensos protestos, que culminaram em uma constituinte para criar a Carta Magna que substituirá a Constituição que data da ditadura.

As políticas neoliberais não têm surtido efeito. A economia brasileira patina. Filas gigantescas se formaram nos grandes centros urbanos do país, e assim como na grande Depressão de 1929, a solução liberal, a do mais mercado e menos Estado, não surte efeito. Falência generalizada de empresas, e aumento, por exemplo, de pessoas que cozinham com madeira, pois não tem dinheiro para gás, são exemplos de que a crise está longe de acabar.

A nova política de taxar seguro desemprego para “gerar empregos” é a nova piada da vez. Imposto sobre grande misérias para sustentar a desoneração da folha de pagamento, medida testada por Dilma e que não surtiu o efeito esperado.

O que faz as empresas contratarem ou não um funcionário é algo bem simples: a demanda. Sem a necessidade de aumento de produção não há investimentos privados e contratação de mão de obra. É preciso estimular a demanda, e o Estado tem os recursos e ferramentas necessárias para isso.

Se voltarmos para a crise de 29 veremos que as medidas neoliberais não surtiram o efeito. Nos EUA o New Deal, o keynesianismo, a presença do Estado foi responsável por tirar os americanos da Crise que os assolava.

Neste sentido a equipe econômica de Brasília deixa muito a desejar. O Brasil não precisa de carteira verde amarela, precisa de investimentos públicos que gerem demanda por parte das empresas para ressuscitar a economia que colapsa e está em coma.

Categorias: Direitos Humanos, Economia, Opinião
Tags: ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Pesquisa

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

xpornplease pornjk porncuze porn800 porn600 tube300 tube100 watchfreepornsex

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.

maltepe escort