Água #3. Água potável versus Armamento. Humanizar a saúde ou financiar a guerra: o que escolhem os governos?

04.10.2019 - Buenos Aires, Argentina - REHUNO - Red Humanista de Noticias en Salud

This post is also available in: Inglês, Espanhol, Francês, Grego

Água #3. Água potável versus Armamento. Humanizar a saúde ou financiar a guerra: o que escolhem os governos?
(Crédito da Imagem: REHUNO)

Nas notas anteriores da REHUNO Salud afirmamos:

“O sistema que converte água salgada em água potável pode resolver o problema do acesso a uma melhor saúde, alimentação e higiene para bilhões de pessoas em todo o mundo.

A solução para este grave problema existe quase imediatamente e depende apenas do investimento adequado nos lugares onde se necessitam esses recursos. Tecnologia ao serviço da saúde para resolver os problemas fundamentais de milhões de pessoas que passam necessidades nas regiões mais pobres. Disponível em: https://www.pressenza.com/es/2019/08/agua-2 e https://www.pressenza.com/es/2019/07/una-de-cada-tres-

Alguns dos comentários que recebemos foram: Como financiar estes empreendimentos? De onde virá o dinheiro para estas instalações de dessalinização da água do mar?

Bem, aqui está a resposta. É necessária uma mudança drástica no estabelecimento das prioridades globais dos governos para o financiamento de projetos. O reflexo da insensibilidade e crueldade mais extremas é visto quando se compara a informação sobre os gastos que governos destinam em armamento com os gastos em financiamento da saúde pública. Alguns exemplos referem-se à questão da água potável e ao projeto que mencionamos:

Custo de uma estação de tratamento de água para uma aldeia de 50.000 habitantes: entre 300.000 e 400.000 dólares, dependendo da área (fonte): Fundação Aquae. https://www.fundacionaquae.org/wiki-aquae/datos-del-agua/cifras-sobre-la-desalinizacion/ e www.givepower.org.

Custos das armas utilizadas na atualidade versus a possibilidade de abastecimento de água potável.

Um míssil BGM-109 Tomahawk: U$S 900.000 (equivalente a 3 estações de água potável para 150.000 pessoas). Estima-se que, no último ataque a bases sírias, foram utilizados 200 mísseis Tomahawk, equivalentes a 600 estações de água potável que abasteceriam de água potável 30 milhões de pessoas, num único ataque militar.

One Tank M1-Abrams: U$S 11 Milhões, equivalente a 37 estações de Água Potável. Água potável para quase 2 milhões de pessoas à custa de um único tanque militar.

Um sistema de mísseis Patriot Pac-2: U$S 1.000 milhões, equivalente a 3360 estações de tratamento de água. Água potável para 168 milhões de pessoas no custo de um sistema de mísseis.

Destinando o equivalente a 17 sistemas de mísseis, poderíamos cobrir o custo da construção do número total de estações de tratamento de água para as 3 mil milhões de pessoas no mundo que não têm acesso a água potável.

Existem centenas de centrais de dessalinização em funcionamento em todo o mundo (EUA, Israel, Arábia Saudita, Dubai, Kuwait, Japão… e em muito poucas populações na África, onde se concentra a maior necessidade).

Reiteramos as conclusões da REHUNO Saúde: “O acesso à água potável para todos os habitantes do planeta é um direito humano fundamental e deve ser uma prioridade para os governos e organizações políticas regionais e internacionais. Permitir o acesso à água potável é hoje uma ação possível, concreta, solidária e urgente para “humanizar a saúde”.

Fontes de informação:

SIPRI – https://www.sipri.org/ Instituto Internacional de Investigação sobre a Paz de Estocolmo.

Fundação Aquae: https://www.fundacionaquae.org/wiki-aquae/datos-del-agua/cifras-sobre-la-desalinizacion/

Give Power Foundation: www.givepower.com

Siga Rehuno Saúde em:  https://rehunosalud.blogspot.com/  https://www.facebook.com/rehunosalud/

Categorias: Opinião, Paz e Desarmamento, Saúde
Tags: ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

O Princípio do fim das armas nucleares

2a Marcha Mundial da Paz e da Não-violência

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.