Dijaawa Wotunnöi: uma curta-metragem animada que ajuda a revitalizar a língua yekuana

26.05.2019 - São Paulo, Brasil - Global Voices Online

Dijaawa Wotunnöi: uma curta-metragem animada que ajuda a revitalizar a língua yekuana

Dijaawa Wotunnöi é um mito ancestral dos Yekuana, um povo indígena que vive na Venezuela e no Brasil, e que foi transformado numa curta-metragem animada de Saúl Kuyujani López.

O filme é completamente falado na língua yekuana e tem legendas em espanhol. Vários yekuanas participaram no filme como tradutores e pesquisadores e emprestaram as suas vozes às personagens do filme. O autor desta história também fez parte da equipa de produção.

O mito explica como o povo yekuana acreditava ser descendente de morcegos. A explicação prende-se em parte com a vida de Kawashidi, um homem yekuana cuja mulher é assassinada por um espírito maligno que o desafia e testa a sua inteligência.

Saúl Kuyujani López documentou o mito segundo os relatos da comunidade de Santa María de Erebato, localizada nas margens do rio Caura (Alto Caura) no estado de Bolívar, Venezuela.

Segundo o censo de 2011 da Venezuela, há 2 997 yekuanas nos estados do Amazonas e Bolívar. Um censo de 2000 no Brasil registou cerca de 430 Yekuanas a viver no país.

O Atlas da UNESCO das Línguas do Mundo em Perigo classifica a língua yekuana como uma língua vulnerável. Os professores de yekuana dizem que a maior parte dos pais não acha importante passar a sua língua às gerações futuras. Muitos levam as suas crianças para as cidades para que estas possam aprender espanhol também. Como consequência, as crianças perdem a língua da família.

Por esta razão, a adaptação animada de Dijaawa Wotunnöi pretende conservar os aspetos orais da língua yekuana através do formato audiovisual.

O filme foi produzido pelo Creaser Creative Studio e foi apoiado pela Organização Indígena da Bacia do Cayu Kuyujani e o Fórum Humboldt. A primeira exibição aconteceu no Fórum Humboldt em Berlim, Alemanha, em julho de 2017.

A curta-metragem foi selecionada no programa oficial do 13.º Festival Internacional de Cimena e Comunicação de Povos Indígenas/Nativos (FICMAYAB), que aconteceu na Guatemala em outubro de 2018. A estreia nacional realizou-se no Festival de Cinema Indígena da Venezuela, em novembro de 2018.

Categorias: Ámérica do Sul, Assuntos indígenas, Cultura e Mídia, Video
Tags: , , , , , ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Search

Whatsapp

Pressenza Whatsapp

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

xpornplease pornjk porncuze porn800 porn600 tube300 tube100 watchfreepornsex

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.