Terceira Feira do MST promove Agricultura Familiar e Alimentação Saudável

08.05.2018 - Redação São Paulo

This post is also available in: Espanhol

Terceira Feira do MST promove Agricultura Familiar e Alimentação Saudável

Mais de 260 mil pessoas foram para a terceira feira nacional da reforma agrária que ocorreu na cidade de São Paulo. O evento ocorreu nos dias 3, 4, 5 e  6 de Maio no Parque da Água Branca na zona oeste da capital paulista.

O MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra) comemorou o sucesso do evento que conseguiu vender centenas de toneladas de alimentos. E também contou com shows, venda de livros e até pratos típicos de todas as regiões do Brasil.

A feira é uma forma de promover a agricultura familiar que é responsável pela maior parte dos alimentos que chegam nas casas das brasileiras e dos brasileiros. Os alimentos da feira são orgânicos, portanto, mais saudáveis.

O Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra propõe um modelo de agricultura que se opõe ao agronegócio. Que é baseado no latifúndio – grandes quantidades de terra, e que tem uma produção de apenas uma cultura. Como as grandes plantações de soja e de cana de açúcar. Um modelo de plantio que se iniciou com a colonização do Brasil, que desde seus primórdios concentrou nas mãos de poucos as terras. Com o sistema de capitanias hereditárias.

O modelo do agronegócio, com grandes latifúndios, maquinaria pesada e monocultura é uma ameaça às nações indígenas, aos quilombolas. A natureza e em última instância, a sobrevivência da espécie humana, por promover desmatamentos, e despejar alimentos cheios de agrotóxicos.

O modelo promovido pelo MST é uma alternativa ao modelo dos grandes latifúndios. A reforma agrária – que está presente na constituição de 1988, porém que nunca foi concretizada, é uma condição para o desenvolvimento do Brasil.

Categorias: Ámérica do Sul, Ecologia e Meio Ambiente
Tags:

Boletim diário

Indique o seu e-mail para subscrever o nosso serviço diário de notícias.


Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.