Passe livre para estudantes de cursinhos populares

08.05.2018 - Redação São Paulo

This post is also available in: Espanhol

Passe livre para estudantes de cursinhos populares

A Frente de Cursinhos Populares de São Paulo organizou um debate na sede dos sindicato dos professores estaduais de São Paulo para discutir a necessidade do passe livre estudantil para os estudantes dos cursinhos populares.

Uma das principais questões levantadas foi as dificuldades que os alunos dos cursinhos têm para se locomoverem e chegarem até as instituições de ensino. Mesmo sem ter que pagar mensalidades, gastos com o transporte e a alimentação são barreiras que impedem estudantes de acessarem tais espaços de aprendizagem.

O Projeto de Lei 508/2016 busca estabelecer a tarifa 0 para estes alunos. Os cursinhos populares fazem mais do que apenas treinar seus alunos para os vestibulares (ENEM, FUVEST, e etc). São espaços onde se estimula o debate, a reflexão sobre a vida. Não são raros os casos de discentes que tiveram sua visão de mundo transformada após o contato com os cursinhos populares. Que promovem um outra proposta de educação. Uma educação emancipadora.

Por conta disso, é importante facilitar o trânsito das alunas(os) a tais lugares, via isenção de tarifas e também via bolsas em dinheiro para custear gastos com comida e livros, por exemplo.

Categorias: Ámérica do Sul, Educação
Tags:

Boletim diário

Indique o seu e-mail para subscrever o nosso serviço diário de notícias.


Apresentação de vídeo: O que é a Pressenza

Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.