Moçambique 4 de Outubro dia da Paz e a Marcha pelos elefantes

05.10.2014 - Djamila Andrade

Este sábado em Maputo dois grandes acontecimentos que se poderia, a primeira vista, vê-los independentes mas que, no entanto se ligam na manifestação do povo Moçambicano pela Paz, Não-Violência e pela Consciência ambiental, na marcha pelos elefantes.

04 de Outubro é celebrado em Moçambique o Dia da Paz, pela assinatura  em 1992 do Acordo Geral da Paz. Este ano, um acontecimento importante após de vários meses de violência no pais, a Renamo, o maior partido da oposição, participou pela primeira vez nas cerimónias oficiais de celebração em Maputo.

Enquanto que nas ruas da capital, a marcha dos elefantes que de acordo com últimas contagens, terá tido uma participação de cerca de 2 500 pessoas. Um verdadeiro marco e muito para além da meta inicial pensada de 1 000 pessoas.

Todos os anos, o comércio ilegal de animais selvagens movimenta cerca de 20 mil milhões de dólares. Os animais mais abatidos no continente africano, particularmente em Moçambique, são o rinoceronte (cuja extinção no território, seja branco ou preto, foi oficialmente reconhecida em 2013) e o elefante.

Começa a acordar nos Moçambicanos não só uma consciencia ambiental e não-violenta, mas também uma vontade de manifestação pública dos seus direitos e escolhas.

Marcha_elefantes_5

Carlos Serra e Nuno Ganda

 

 

 

Marcha_elefantes_2

Carlos Serra e Nuno Ganda

Carlos Serra e Nuno Ganda
Marcha_elefantes_6

Carlos Serra e Nuno Ganda

Marcha_elefantes_9

Carlos Serra e Nuno Ganda

Marcha_elefantes_7

Carlos Serra e Nuno Ganda

Marcha_elefantes_8

 

 

Categorias: Internacional

Boletim diário

Indique o seu e-mail para subscrever o nosso serviço diário de notícias.


Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.