OTAN não deve pôr a Rússia no centro de sua atenção, diz NY Times

04.09.2014 - Prensa Latina

OTAN não deve pôr a Rússia no centro de sua atenção, diz NY Times

Washington, 3 set (Prensa Latina) A próxima Cúpula da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) deve privar-se de colocar novamente a Rússia no centro de sua atenção, declara hoje um editorial do jornal The New York Times.

É inteligente que os membros da aliança decidam cumprir os acordos de 1997 com Moscou, segundo os quais a OTAN não colocaria forças substanciais na Europa Oriental de forma permanente, acrescenta o jornal.

Segundo o Times, ações desse tipo aumentariam as divisões internas na organização e dificultariam a solução diplomática à crise na Ucrânia.

Embora a OTAN vá observar de perto o papel de Moscou no conflito ucraniano, o mundo também espera que a organização aborde seu futuro papel contra os jihadistas no Iraque e na Síria.

A reunião, que será realizada em Gales, Reino Unido, pode ser a mais importante desde o fim da Guerra Fria, agrega o Times.

O centro da cúpula será um acordo sobre a formação de uma nova força de reação rápida capaz de mobilizar-se em breve contra a ameaça de uma agressão externa que, nas atuais circunstâncias, se refere aos estados bálticos e à Polônia, acrescenta.

Os líderes dos 28 países membros reafirmarão na Cúpula o princípio chave da aliança, que é a defesa comum -o ataque contra um significa uma ação hostil contra todos-, ao mesmo tempo têm sérias diferenças que poderiam debilitar as iniciativas para lidar com a Rússia, estima o editorial.

Para todas as ações que pretendem realizar no futuro precisam de dinheiro, o que é uma fonte de atrito adicional entre os integrantes da OTAN, porque os Estados Unidos contribui 75 por cento do orçamento da aliança enquanto caem as contribuições das demais nações, conclui o texto.

Categorias: América do Norte, Assuntos internacionais, Europa, Internacional

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

O Princípio do fim das armas nucleares

2a Marcha Mundial da Paz e da Não-violência

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.