Imigrantes não devem ser apenas aceitos, mas tratados como iguais, diz cientista britânico

25.07.2014 - Redação São Paulo

Imigrantes não devem ser apenas aceitos, mas tratados como iguais, diz cientista britânico
(Crédito da Imagem: Timothy Garton Ash 2009 by Carl-Johan Sveningsson | Wikimedia Commons)

Pulbicado no MigraMundo

A imigração foi um dos temas abordados recentemente pelo Fronteiras do Pensamento, projeto que anualmente promove conferências com pensadores e personalidades do mundo todo no Brasil (em especial São Paulo e Porto Alegre) sobre questões contemporâneas.

Com o título Fronteiras da Imigração, o projeto fez um vídeo com o cientista político britânico Timothy Garton Ash, professor de estudos europeus da Universidade de Oxford, gravado na estação rodoviária de Porto Alegre – um local bem propício, para se abordar o tema, com pessoas indo e vindo o tempo todo durante a gravação.

Para Garton, um país deve absorver quantas pessoas puder e o número de imigrantes recebidos deve levar em conta o fator mais importante: não apenas aceitá-los para que vivam de forma marginal, mas ter a capacidade de tratá-los como iguais.

O vídeo com o depoimento completo pode ser visto abaixo. Para obter as legendas (o áudio é em inglês), basta acioná-las ao lado do símbolo do relógio, no canto inferior direito do vídeo.

Categorias: Ámérica do Sul, Direitos Humanos, Diversidade, Europa, Internacional
Tags: , ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Pesquisa

 

Caderno de cultura

Cuaderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Memoria musical

Cineclube Marighella

Política e sociedade: EUA, Londres, Rio

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Milagro Sala

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.