Preso palestino em greve de fome é levado ao hospital

01.03.2013 - Prensa Latina

Preso palestino em greve de fome é levado ao hospital
(Crédito da Imagem: Wikipedia)

Ramallah, 28 fev (Prensa Latina) O preso palestino notório por sua greve de fome de 211 dias, Samer Issawi, foi transferido do cárcere israelense de Ramle para um hospital, informaram hoje aqui fontes oficiais. A decisão foi anunciada depois que, na semana passada, outro preso palestino que se recusava a ingerir alimentos, Arafat Jaradat, morreu na prisão de Megido e a autópsia revelou que tinha sido submetido a profundas torturas, o que provocou uma explosão de ira nos territórios ocupados.

O preso está em greve de fome por um longo tempo e a equipe médica do Serviço de Prisões decidiu transferi-lo, mas sua saúde é estável, disse uma porta-voz oficial israelense.

Centenas de palestinos em cárceres israelenses iniciaram uma greve de fome na semana passada em solidariedade a Issawi e em protesto pela morte de Jaradat.

O presidente palestino, Mahmoud Abbas, acusou o premiê israelense, Benyamin Netanyahu, de tentar desatar o caos nos territórios ocupados e pediu à comunidade internacional que condene a violação aos direitos dos palestinos presos sem condenações em cárceres israelenses, ao abrigo da chamada lei de detenção administrativa.

A legislação, decretada pela potência ocupante, autoriza a prisão pessoas de ambos os sexos e de todas as idades apenas por suspeita.

O ministro de Assuntos dos Prisioneiros da Autoridade Nacional Palestina, Issa Qaraqe, confirmou a transferência de Issawi e revelou que existem negociações para resolver o caso, mas que o grevista recusou ser libertado em troca da deportação.

Categorias: Direitos Humanos, Internacional, Oriente Médio

Boletim diário

Indique o seu e-mail para subscrever o nosso serviço diário de notícias.


Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.