Asteroide afastou-se já da Terra sem causar danos

16.02.2013 - Radio Moçambique

Asteroide afastou-se já da Terra sem causar danos
(Crédito da Imagem: Photo by: Prensa Latina)

O asteróide 2012 DA14 atravessou hoje o céu em Sumatra, Indonésia, a apenas 27.860 quilómetros de distância da Terra, tendo a maior aproximação acontecido às 21:24, hora de Maputo, anunciou a agência espacial americana NASA.

O asteróide, com cerca de 45 metros e 130 mil toneladas de peso, é o objecto espacial de maior dimensão que se aproximou mais à Terra desde que a NASA começou, há mais de 50 anos, a seguir o rastro dos asteróides.

A maior aproximação aconteceu quando os relógios em Moçambique marcavam 21:24.

Em observatórios astronómicos de várias partes do mundo foi seguido o trajecto do asteróide, visível em países da Europa, África e Ásia mas, principalmente, na Austrália, onde amanhecia na altura em que a rocha espacial passou.

“OS asteróides e os meteoritos contêm material muito diferente daquele existente na Terra. Eles são os blocos de construção do universo”, explicou à Agência Efe Joel Blum, professor da Universidade de Michigan.

O 2012 DA14 foi detectado há um ano por astrónomos no observatório La Sagra, em Maiorca, e é do tamanho de metade de um campo de futebol.

A sua passagem perto da Terra iniciou-se na direcção da Constelação de Virgem e terminará às 02:00 de sábado próximo da Estrela Polar, segundo o Centro Ciência Viva (CCV) de Constância/Parque de Astronomia, que tem o maior telescópio público de Portugal.

A NASA anunciou há uma semana que se trata do maior corpo alguma vez detectado a passar tão perto da Terra, mas sem risco de colisão com o “planeta azul”.

O asteróide poderia valer quase 150 mil milhões de euros em água e metais, estima uma empresa norte-americana que antecipa uma “febre do ouro” em corpos celestes num futuro próximo.

A Deep Space Industries estima que o 2012 DA14 poderia valer 48 mil milhões de euros em água recuperável e 97.700 milhões de euros em metais.

Categorias: Assuntos internacionais, Ciência e Tecnologia

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Pesquisa

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.