Tailândia reconhece o Estado da Palestina

14.08.2012 - Tony Henderson

Tailândia reconhece o Estado da Palestina
(Crédito da Imagem: http://bit.ly/O3T0iC)

A primeira ministra Yingluck S. juntou-se a crescente lista de países que reconhecem a
Palestina como estado independente. Em declaração conjunta com a AP anunciaram
que a embaixada tailandesa em Aman irá tratar de assuntos palestinos. A embaixada
palestina na Malásia se encarregará dos assuntos tailandeses até que uma missão
permanente seja estabelecida em Bangkok.

Hong Kong, 4/08/12 Tailandia, na última quarta-feira, juntou-se a longa lista
de países que reconheceram um Estado palestino antes da linha pré-1967.

Enquanto o Presidente da Autoridade Nacional Palestiana Mahmoud Abbas agradeceu
o país do leste asiático, seu enviado às Nações Unidas oficialmente fazia o anúncio.

A missão de Bangkok nas Nações Unidas em Nova Iorque disse em carta
que “oficialmente reconhece o estado da Palestina e iniciam o processo de estabelecer
e formalizar relações diplomáticas” com eles na primeira oportunidade.

Isso também foi reportado pela agência de notícias da autoridade oficial
palestina WAFA. O ministro das relações exteriores Riyad AL-Maliki chamou o
reconhecimento “uma vitória para diplomacia palestina” chamando a atenção para
o primeiro reconhecimento do tipo em 2012, de acordo com a WAFA. Afirmou que
funcionários em Ramallah estariam em contato com diplomatas tailandeses para
determinar a natureza das relações entre ambos.

Jerusalém e Washington se opuseram a qualquer reconhecimento de um estado
palestino que não seja baseado em negociações exteriores. A maioria dos estados do
oeste-europeu ecoaram a mesma posição.

Tony Henderson é escritor free-lancer trabalhando em Hong-Kong, dede 1980, e
anteriormente no Japão, por sete anos seguidos de dois anos na Mauritânia depois de
um ano na Líbia.

Tradução: Luiz Alb Silva

Categorias: Internacional
Tags: ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

 

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.