Obama pressiona para a criação do Estado Palestino

19.05.2009 - Washington - Iván Novotny

O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu e o presidente dos EUA, Barack Obama, reuniram-se na última segunda-feira, 18 de maio, no Salão Oval da Casa Branca. Obama insistiu na importância da criação do Estado Palestino para superar o conflito entre Israel e Palestina. Entretanto, Netanyahu mostrou-se reticente com relação a essa proposta, informou a Agência IPS.

O reconhecimento explícito da solução dos estados como prioridade da política externa norte-americana marca uma diferença significativa com relação ao governo de seu antecessor, George W. Bush.

“Israel deverá dar passos difíceis”, disse Obama. De acordo com o presidente, os dois esquemas para as negociações de paz vigentes – a “folha de rota” fixada pela comunidade internacional e a de Annapolis, patrocinada por Washington – implicam na obrigação de “fazer avanços” em matéria de assentamentos.

“Os assentamentos devem deter-se para que possamos avançar”, disse Obama junto a Netanyahu, diante da imprensa.

Categorias: América do Norte, Internacional

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

 

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

2a Marcha Mundial da Paz e da Não-violência

Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.