Cultura e Mídia

02.09.2009

Cidade da Grande São Paulo cria semana da “não violência”

A Câmara Municipal de Cotia, cidade vizinha a São Paulo, acaba de aprovar uma lei que institui uma semana de atividades no mês de outubro para a promoção dos princípios da não violência ativa. Na mesma linha, os vereadores aprovaram a passagem da Marcha Mundial pela Paz e a Não Violência no próximo dia 20 de dezembro de 2009. »

01.09.2009

Projeto “Da Cor do Brasil” discute discriminação racial e cultura de paz no Piauí

A iniciativa é uma das 26 aprovadas pelo Edital 2009 do Fundo Brasil de Direitos Humanos (FBDH) e já está com site experimental utilizando software livre para a difusão de uma Rádio Web, oficinas de capacitação técnica e audioconferências que permitam debater as origens da discriminação no estado e incentivar jovens da região a se tornarem agentes transformadores da sociedade. »

18.08.2009

A Orquestra árabe-israelense West-Eastern Divan celebra seu décimo aniversário

Daniel Barenboim e a Orquestra West-Eastern Divan celebram o décimo aniversário da criação do grupo musical com uma turnê de concertos pela Europa, na qual visitarão alguns dos mais prestigiados festivais e salas de concertos do continente. Esta orquestra defende un modelo alternativo para resolver a situação atual de conflito no Oriente Médio. »

13.08.2009

Ruanda: mulheres no poder

Ao considerar os melhores exemplos da presença feminina no mundo político, pensa-se automaticamente nos países escandinavos. Entretanto, o país que encabeça a lista com maior representação feminina no parlamento se encontra no coração da África: Ruanda. No caso de Ruanda, esta cifra é recorde mundial, com 56% de participação feminina no parlamento. »

13.08.2009

Avanço na despenalização da folha de coca

A Bolivia contará com um prazo de 18 meses para consultas com os países membros do Conselho Econômico e Social da ONU sobre a proposta encaminhada para a despenalização do consumo tradicional da folha de coca. Este é o primeiro passo para conseguir que se levante a proibição estabelecida na convenção de entorpecentes de 1961. »

12.08.2009

Não violência em um mundo violento

Esta palestra foi dada o 18 de julio deste ano. Aprofunda nas respostas não violentas como um estilo de vida, uma busca do sagrado, a manifestação do que é verdadeiramente humano. É sobretudo, um ato moral. A Não Violência é a força que transformará ao mundo porque faz com que me transforme a mim mesmo para não converter-me naquilo com o que luto. »

11.08.2009

Uganda quer proibir a mutilação feminina

Uma das grandes e históricas violências contra a mulher está próxima de chegar ao fim em Uganda. O país está a ponto de aprovar uma lei para proibir a mutilação genital feminina, muito comum entre as tribos do leste do país, anunciou a presidência.Entre 100 e 140 milhões de mulheres no mundo já foram vítimas da prática, segundo a ONU. »

17.07.2009

Associação Brasileira de Imprensa adere à Marcha Mundial pela Paz e Pela Não Violência

O presidente da organização que representa os profissionais da imprensa brasileira, Maurício Azêdo, gravou depoimento em que declara o apoio à campanha internacional pela paz e pelo desarmamento nuclear e convencional. »

06.07.2009

Anistia Internacional denuncia atos criminosos de ambos lados nos enfrentamentos na Faixa de Gaza

A organização humanitária denuncia atos por parte do exército israelense e do Hamas, que são considerados como crimes de guerra devido ao alto número de civis e crianças assassinadas.Ao mesmo tempo refuta declarações do Estado de Israel, que afirma ter atuado de acordo com normas internacionais em seus ataques aos palestinos. »

02.07.2009

O novo paradigma internacional do século 21

Durante a inauguração do Parque de Estudo e Reflexão Toledo, na Espanha, o porta-voz internacional da Marcha Mundial pela Paz e pela Não Violência faz um discurso em que ressalta a proposta de eliminação das guerras e dos armamentos nucleares como condições para o surgimento de um novo paradigma de sociedade. "Entende-se que eliminar as guerras é a condição de partida para que haja uma “nação humana universal”. No caminho até este objetivo é que surge esta Marcha Mundial (MM), que hoje conta com o apoio de mais de 2000 organizações e cerca de um milhão de adesões", disse. Confira o pronunciamento na íntegra. »

Boletim diário

Indique o seu e-mail para subscrever o nosso serviço diário de notícias.


Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

O Princípio do fim das armas nucleares

2a Marcha Mundial da Paz e da Não-violência

Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.