Cultura e Mídia

16.10.2009

Depois de 56 anos, a Marcha Mundial é a primeira a entrar na zona desmilitarizada situada entre as duas Coréias

Os marchantes pela paz não vieram em vão à Coréia do Sul. A visita que fizeram ao país conhecido como “o país da manhã tranqüila”, tornou possível que pela primeira vez se congregassem estrangeiros ao longo da zona fronteiriça entre os dois Estados, chamada de “zona desmilitarizada”, um dos lugares mais militarizados do mundo. »

09.10.2009

O lançamento da Marcha Mundial pela Paz e a Não Violência na Universidade de São Paulo

O último dia 2 de outubro marcou o lançamento da Marcha Mundial Pela Paz e Não Violência em vários setores da sociedade, inclusive no acadêmico. Na USP, as atividades começaram no dia 1 de outubro e incluíram uma mesa redonda, sessão de cinema, manifestações artísticas e lazer. Com tanta variedade, todas as tribos encontraram seu lugar e sua linguagem para participar. »

09.10.2009

Dias de Paz e Não-Violência no kibutz Holit

A poucos quilômetros da Faixa de Gaza, foram realizadas passeatas pela Paz e Não-Violência, organizada em conjunto pelo movimento socialista kibutz Hashomer Hatzair e membros da Marcha pela Paz. Jayme Fucs Bar declarou: “Queremos viver em paz, israelenses e palestinos, judeus e muçulmanos, sem ódio. Queremos ver nossas crianças crescerem sem violência e com futuro...” »

08.10.2009

Grupo “Loucas de Pedra Lilás” realiza campanha de rádio para combater a violência contra a mulher

Um grupo de pernambucanas decidiu realizar projeto para divulgar, alertar e conscientizar a população de Recife para a questão da violência doméstica contra a mulher. A ONG "Loucas de Pedra Lilás", que promove suas ações em forma de teatro, está com um novo trabalho para rádio, intitulado de “As Radialistas Apaixonadas”. »

07.10.2009

Bairro da zona norte de São Paulo faz mobilização a favor da paz mundial

A Marcha Mundial Pela Paz e a Não Violência começou sua travessia do outro lado do mundo, mais especificamente na Oceania, e os moradores de Perus, bairro da zona leste da capital de São Paulo, já se preparam pra quando a equipe base chegar ao Brasil. No último dia 02 de outubro, realizaram a primeira marcha no bairro em comemoração ao início da jornada mundial. »

06.10.2009

Estudantes constróem “Túnel da Paz” para marcar lançamento da Marcha Mundial em Maricá

Mais de 300 jovens do interior do Rio de Janeiro participaram de uma ação inovadora para lançar a Marcha Mundial pela Paz e a Não Violência. Os estudantes contruíram um túnel para simbolizar a busca da paz mundial e para pedir pela eliminação das guerras e das armas. Além desta iniciativa, diversos grupos culturais participaram do evento realizado no último dia 2 de outubro. »

23.09.2009

Marcha Mundial inspira jovens a criar Centro Cultural em Cotia

Centro Popular "Arte de Fazer" é um projeto que surgiu como uma iniciativa de jovens que começaram a participar da marcha Mundial pela Paz e a Não Violência. O novo espaço cultural está aberto à comunidade e oferece atividades gratuitas, tais como oficinas a aulas de capoeira, break e forró universitário, aos públicos de todas as idades. »

16.09.2009

Um trem pela paz

O caso de amor dos argentinos pelos trens é antigo. E será um deles que levará humanistas do mundo todo no percurso final de 1000 quilômetros da Marcha Mundial pela Paz e a Não Violência, que será concluída em 2 de janeiro de 2010, em Punta de Vacas, próximo da fronteira entre Argentina e Chile, na Cordilheira dos Andes. »

11.09.2009

Criador da Turma da Mônica apóia campanha internacional pela paz

Maurício de Souza, um dos mais importantes cartunistas do Brasil, aderiu à Marcha Mundial Pela Paz e Não Violência. Em um vídeo, o criador da Turma da Mônica manifestou seu apoio ao movimento e destacou a importância da diversidade e da união de forças na criação de consciência pelo fim da violência em todas as suas formas. »

07.09.2009

Marcha Mundial pela Paz e a Não violência lança campanha de doações

O porta-voz internacional da Marcha Mundial pela Paz e a Não Violência, Rafael de la Rubia, enviou uma carta aos aderentes da iniciativa, pedindo a doação de quilômetros para a equipe que percorrerá os 160 mil quilômetros do percurso que começa na Nova Zelândia no próximo dia 2 de outubro. A doação de quilômetros pode ser feita pela Internet, no site oficial da Marcha. »

Boletim diário

Indique o seu e-mail para subscrever o nosso serviço diário de notícias.


2a Marcha Mundial da Paz e da Não-violência

Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.